segunda-feira, 15 de março de 2010

reticências...

Porque é que as frases mais bonitas precisam ter um ponto final?
Aquelas frases regadas a musica, que tocam mesmo que de mansinho, ou as frases mais livres e desempedidas.
Tem dias que elas aparecem mais rigorosas, e as vezes vêm cheias de perguntas, e com elas as respostas.
Respostas que me trazem novas frases. Estas vêm cheias de douçura, adjetivos e exclamações, e derrepente, elas já não são mais 'minhas', são 'nossas'.
Mas parece que elas sempre pedem um ponto final. Coloco. Logo me arrependo e acrescento mais dois (...), porque assim não preciso mudar a essência, mas posso mudar o final.

2 comentários:

Raio X disse...

Tenho orgulho de ser sua irmã *-* haha. Lindo o texto Le, mesmo. Digo e repito: digno de Caio Fernando Abreu! Amo voce gracinha, muito!

Marina disse...

Os melhores textos são os que dizem muito com poucas, mas boas, palavras!

Gostei muito. Mesmo! Mas ó, revisa ele que tem uns errinhos de port HEUAHUEA